DICA 4 - COMPRE FRUTA E LEGUMES SEM EMBALAGEM


Já experimentou preparar uma sopa ou tempero com legumes acabados de colher ou, pelo menos, acabados de chegar do mercado? Tem outro sabor, não tem?

E para quê comprar vegetais ou frutas embaladas? Para chegar a casa, deita-la fora, sabendo que ela demorará uns séculos a desaparecer do nosso planeta...?

Pense comigo: para além do uso absolutamente desnecessário de plástico e, muitas vezes, do esferovite, (que nem sequer pode ser reciclado), frutas e legumes embaladas muito mais caros. Compare o preço do quilo do produto embalado com o produto a granel.

Mais ainda, são produtos em muitos casos já cortados, lavados, e processados para durarem mais tempo que os vendidos ao peso, comprometendo assim a sua frescura e, consequentemente, o aporte de vitaminas que nos trazem no seu “formato” original. E se são preparados para durarem mais, quer isso dizer que são sujeitos ao tratamento com produtos que só os tornam menos… naturais!

Se procura comodidade, e não podendo propor legumes ou frutas já preparadas, sugiro que encomende um cabaz de legumes biológicos fresquinhos e de época entregues à sua porta, semanalmente. O tempo que poupa na ida ao supermercado, pode investir na preparação de um delicioso prato com ingredientes plenos de frescura!

A minha escolha recai sob uma mercearia de bairro perto de mim, onde o Sr. João já sabe que eu não quero NADA em saco de plástico, que levo as minhas embalagens para os frutos secos, e onde já me conhecem. É uma sensação bem simpática J. Também adoro ir ao mercado biológico do Parque da cidade ao Sábado de manhã. É uma forma inspiradora de começar o fim de semana! Em caso de desespero, ou quando procura, maior diversidade (e nem sempre de época...), o IdealBio costuma ter o que procuro.

Encontra aqui uma das muitas ofertas que encontra hoje no mercado para receber um cabaz em casa.

Vai experimentar?

HIGHLIGHT

RECENT POSTS

ARCHIVE

TAGS

FOLLOW US

  • Pinterest - cinza Círculo
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - cinza Círculo

©2018 por martapelomundo.