LIDERANCA

Liderança. Não vos quero falar de gestores ou directores na sua definição tradicional, mas sobre o que aprendemos sobre liderança enquanto mães (ou pais) e da reflexão que este tema me suscitou:

Existe algum papel em que possamos distinguir de forma tão clara um líder de um chefe?

- Em que liderar pelo exemplo seja mais crucial?

- Em que puxar pelo potencial de quem está sobre a nossa alçada, tenha um impacto tão grande na sua responsabilização e auto-desenvolvimento?

- Em que a delegação de tarefas, de autonomia, contribua de forma tão positiva para uma auto-aprendizagem daquele em quem depositamos confiança?

- Em que treinemos constantemente gestão de conflitos, partilha de tarefas, trabalho de equipa? Que desafie mais o nosso auto-controle?

- Em que o modo como ensinamos, influencie tanto a forma como quem está a ser ensinado, aprende?

- Em que o modo como dizemos, acreditamos ou duvidamos, influencia o comportamento de quem ouve?

Na minha perspectiva, não... E acho curioso ver como um dos papéis mais comuns do nosso dia-a-dia, pode ser uma ''escola' para muito mais.

A maternidade é o maior desafio, a maior responsabilidade que escolhi abraçar. Vê-la sobre outro ângulo, sobre o que ela diz de mim enquanto líder, dá-lhe uma nova dimensão, não mais importante, claro, mas com ensinamentos muito mais transversais.

E por aí, o que lhe parece?

HIGHLIGHT

RECENT POSTS

ARCHIVE

TAGS

FOLLOW US

  • Pinterest - cinza Círculo
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - cinza Círculo

©2018 por martapelomundo.